Frutos do mar: aliados da nossa saúde!

 em Sem categoria

Não é novidade que o consumo de frutos do mar é um super aliado da saúde e da qualidade de vida, não é mesmo? Tanto é que eles fazem parte da dieta mediterrânea que, segundo estudos, garante maior longevidade àqueles que a aderem. No entanto, quando falamos de frutos do mar, todo mundo pensa em peixe, camarão … talvez ostra! E esquecem de outros importantes aliados: o caranguejo e a lagosta!

No post de hoje, vamos falar de todos eles para trazer um pouquinho mais de conhecimento a vocês.

Preparados?

Camarão: rico em nutrientes que podem, inclusive, amenizar sintomas de depressão !

O camarão, entre todos os tipos de frutos do mar, talvez seja o mais conhecido entre os brasileiros. Virou destaque de muitas receitas e estrela de menus em restaurante ao redor de todo o mundo. Pode ser usado no recheio, como complemento ou, ainda, pode ser o prato principal de um restaurante. Aqui no ÓPERA DE BAMBU, durante nossa temporada de caranguejos, temos deliciosos pratos e porções com camarão e sabemos o quanto nossos clientes adoram. Se você ainda não experimentou, já fica o convite. Dia 01/12/22 voltamos com mais uma temporada de rodízio de caranguejo e deliciosas opções a la carte!

Muito além do sabor, o camarão é um alimento rico em nutrientes e, por isso, se você ainda não consome, preste atenção no que vamos escrever e aceite nossa dica: inclua essa delícia no seu cardápio semanal.

A maioria das pessoas descarta a casca do camarão. Você também faz isso?

Pois saiba que a casca do camarão é rica em fibras e, com isso, são excelentes para ajudar no funcionamento do trato intestinal. No entanto, se você não consegue consumir a casca, mesmo assim o camarão ainda oferece muitos benefícios ao organismo: é rico em ômega 3, um ácido graxo essencial que ajuda na prevenção de doenças como hipertensão e infartos. Ele também oferece outros importantes minerais como o potássio e iodo, ajudando na defesa do organismo e na imunidade.

Para quem sofre com artrite e artrose, boas notícias: o camarão é um excelente aliado no combate a essas doenças. Além disso, previne o câncer e é rico em antioxidantes e vitamina B6, que trabalha na síntese de hormônios que ajudam a controlar problemas como ansiedade e distúrbios do sono.

Vale lembrar que essa dica cabe para casos leves de depressão, jamais substituindo consulta e orientação médica.

Caranguejo: para nós, o mais delicioso e importante alimento que vem do mar!

Presente principalmente em regiões litorâneas, o caranguejo é um crustáceo que tem (na nossa opinião) a carne mais deliciosa de todas.

Não é à toa que há muitos anos trabalhamos com o nosso rodizio de caranguejos, que é o melhor e mais tradicional da cidade, trazendo centenas e centenas de dúzias todos os dias, direto do litoral, para nossa casa. Além do sabor, a proteína – que tem época certa de consumo – é muito nutritiva e traz diversos benefícios à saúde.

Assim como o camarão, a carne do caranguejo (encontrado em manguezais) também é rica em ômega 3 e selênio. O caranguejo também é rico em fibras e considerado uma importante fonte proteica, tanto quanto as carnes vermelhas. Outro benefício da carne de caranguejo é o fósforo que, trabalhando junto com o cálcio, ajuda na formação e fortalecimento dos nossos ossos e dentes e na prevenção da osteoporose. Também é uma carne rica em vitamina B2, fornecendo energia para o nosso corpo, é rico em ferro e ajuda no combate à anemia.

Quem mais está ansioso para a temporada 2022/2023?

Ela começa dia 01/12: falta pouco!

Lagosta: rica em vitaminas do complexo B

A lagosta talvez seja o ingrediente do mar menos comum e de menos acesso à população. É considerada uma proteína nobre e tem valores bem mais altos se comparado ao camarão e caranguejo.

É rica em ômega 3, tal como as duas proteínas que já falamos anteriormente, mas se destaca pelas suas vitaminas do complexo B: B3, B6, B9 e B12.  Esse grupo de vitaminas ajudam o metabolismo do nosso corpo, são importantes antioxidantes e ajudam, no dia a dia, a combater o estresse, garantindo o melhor funcionamento do sistema nervoso.

Altamente proteica, com pouquíssima gordura, ainda oferece boas quantidades de magnésio, potássio, zinco e fósforo. Por outro lado, a lagosta tem alto teor e sódio, um mineral que deve ser consumido com moderação para não trazer nenhum efeito colateral.

 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

× Clique para falar com a nossa equipe